Recursos didácticos “Vemo-nos no monte!”

Já está disponível o bloco de recursos didáticos “Vemo-nos no monte!” elaborado como parte do projecto europeu com o mesmo nome, cofinanciado pelo programa Erasmus+ da União Europeia para desenvolver iniciativas de ação e educação de voluntariado ambiental focadas na eliminação de espécies exóticas invasoras na Galiza e Portugal. Os materiais estão desenhados para contribuir à sensibilização de crianças e famílias sobre o impacto ambiental altamente negativo das espécies exóticas invasoras e a necessidade de conservar, restaurar e recuperar os bosques autóctones e outros hábitats.

No âmbito do projeto “Vemo-nos no monte!” estes elementos didáticos pretendem servir de apoio para organizar e dinamizar atividades que ajudem a envolver as crianças nas dinâmicas de voluntariado ambiental, para que se sintam parte das mesmas e valorizem, e se lhes reconheça, o seu papel fundamental nas dinâmicas transformativas e regenerativas. Deste jeito, as atividades de restauração de áreas degradadas do projeto “Vemo-nos no monte!” convertem-se em contexto e espaço de uma metodologia encaminhada a promover as futuras consciências comprometidas com o ambiente.

O bloco de recursos didácticos pode descarregar-se aqui.

Os materiais Vemo-nos no monte! oferecem um apoio didático flexível com recursos e opções para fortalecer as atividades a desenvolver com as crianças que fazem parte dos grupos de voluntariado. Considerando que as atividades de voluntariado para as que foram concebidos estes recursos partem de um programa e estrutura similar, as propostas de atividades organizam-se compassadas com esses mesmos tempos.

De início, o que se apresentam não são atividades ou sessões diferentes para uma série de dias de intervenção, mas atividades pensadas para distintos momentos que podem ser aplicadas quando for mais oportuno. Assim, atendendo ao critério das pessoas dinamizadoras, as atividades escolhidas podem desenvolver-se paralelamente aos trabalhos nas jornadas de voluntariado: por vezes de forma completamente integrada nos trabalhos da jornada e outras vezes de forma mais independente.

Portanto, cada grupo deve valorar, dependendo das circunstancias, assim como do modo no que são estruturadas as intervenções de voluntariado, quais das atividades aqui propostas se adaptam melhor às suas planificações e possibilidades.

Os objetivos específicos que se pretendem fortalecer com estas atividades são designadamente:

  • Favorecer o reconhecimento do entorno natural (o monte) dum jeito plenamente vivencial através de atividades com os pés e as mãos na terra que condicionem uma atitude de interesse e expectação em relação às jornadas de voluntariado;
  • Facilitar o conhecimento da biodiversidade autóctone (flora e fauna) e as suas principais caraterísticas;
  • Contribuir à identificação das espécies exóticas invasoras presentes na zona (como podem ser distintas espécies de acácias e eucaliptos) e à observação dos seus efeitos adversos sobre o território e a biodiversidade.
  • Favorecer a reflexão sobre as causas (má gestão, interesses económicos) e as consequências do problema ambiental que implica a proliferação de espécies invasoras (empobrecimento do solo, incidência sobre a biodiversidade local, propagação de lumes…).
  • E, consequentemente, contribuir à reflexão sobre a necessidade de conservar, restaurar e recuperar os bosques e outros hábitats autóctones.
  • Fomentar o diálogo e o debate na procura de ações para enfrentar o problema.
  • Fomentar e pôr em prática alguma das ações discutidas (p. ex., eliminar rebentos de espécies invasoras, plantar espécies autóctones).

Comments are Closed

© 2024: Brigadas deseucaliptizadoras | GREEN EYE Theme by: D5 Creation | Powered by: WordPress